10 maneiras de substituir a carne com papelão do seu churrasco



Todo mundo ficou passado com as denúncias da operação ‘Carne Fraca’, que não tem nada a ver com explicação de namorado que traiu, tem a ver com a carne que a gente come todos os dias, desde o bife, o filé, o chikenito e até a linguiça.

Delicia esse hambúrguer!

A população ficou indignada, xingou muito nas redes sociais, mas a gente sabe que no fundo o povo não vai resistir na hora de fazer aquele churrascão, então o jeito é continuar comendo o que tem ou seguir as dicas da Diva e aprender algumas maneiras de substituir a carne nas refeições. Vamos lá!

Quem não tem cão, caça com melancia. Bela Gil tá dizendo isso a anos e só agora vocês ouviram, né?

Parece que o jogo virou!

Ainda seguindo a linha natureba, você também pode trocar aquela linguiça por uma couve!

Maravilhoso!

Caso você não queria chegar a um desses extremos, também tem outras opções de carnes que você pode saborear como…

Russos são tipos brasileiros, agora falta pouco!

Assim como o espetinho de insetos:

Não esmague as baratas, asse elas!

Mas se for pra experimentar outras culturas, recomendo o espetinho de sushi:

Feito por brasileiros, claro!

Isso sem contar o clássico que tá ai com papelão, mosca, abelha, poluição e tudo mais que é bactéria a anos e ninguém morreu (que eu saiba) comendo, o nosso maravilhoso e divonico Churrasco Grego:

Se você sobreviveu a isso, nada mais te mata!

Agora, se sentir falta daquele gostinho da carne antiga, também tem uma opção para dar uma enganada:

Papelão continua sendo melhor que soja!

Agora se a vontade não passar, olha, o jeito vai ser se entregar aos prazeres da carne que nem o nosso presidento Temer fez. Ele foi na churrascaria, todo macho, mostrar que não tem medo de comer a carne e o brasileiro também não deve temer.

Ah, mas a carne é importada, tá? Espero que você tenha grana! Se não tiver, pode optar por outro método do Temer:

Chupar um sangue e pelo menos garantir o churrasco por tabela <3 

.

A situação tá feia? Tá, mas ainda é possível adquirir carne de primeira no nosso país, acredito ou não…

Essa nem precisa!