ANÁLISE DO DIA: O Super Bowl de Lady Gaga



Se tem um dia que o povo do vale para pra ver um jogo de futebol americano é o dia do Super Bowl, mesmo porque, independente de qualquer coisa, ninguém entendo como são as regras do futebol americano. É um saco, só serve para fetiche de filme pornô!

Porém, no dia do Super Bowl, tudo muda, afinal, durante o intervalo, rola uma apresentação de um artista, normalmente um super star, que faz uma performance bafonica, ao ponto de cair o cu do mundo. Já passaram por lá Katy Perry, Beyoncé, Prince, Michael Jackson, Madonna e agora, Lady Gaga!

A mãe monstro!

O show era muito aguardado, já que Gaga está numa fase sertanejo universitário, o povo estava receoso se iria rolar farofada ou se Gaga ia chamar Simone e Simara para fazer um feat. ou até mesmo chamar o Tony Bennet e fazer um jazz. Não vou estragar a surpresa, veja como foi e logo em seguida a analise:

ANALISE DA DIVA:

Estamos falando de Lady Gaga, então nada é convencional, tanto que o show começou na laje do estádio!

A paisagem com Gaga rendeu memes:

AHAHAHAHAHAHA!

Depois vemos Gaga cantando no telhado enquanto escraviza vaga-lumes ao fundo.

Brincadeira gente, na verdade são drones que formaram a bandeira dos EUA!

E para a surpresa de todos…


GAGA PULOUUU!

Mas calma, ela tava presa em cabos, e desceu no estilo ”perereca amarrada em fio”… Lembraram de alguém?

Ela mesma, Claudia Milk <3

“Humm, quem foi que mexeu na minha marmita?”

Gaga continuou nessa coisa meio boneco de cordas, até tomar as rédeas e cair divando no palco!

Chegando no trabalho atrasada!

É DISSO QUE O POVO GOSTA!

Lady Gaga do Pop reviveu!

Foi quando de repente… ENTROU TONY BENNET!

Brinks, ele devia já tá dormindo essas horas!

Gaga continuou animando o povo com os hits e coreografias clássicas da época em que tinha pacto!

“Quando eu passo rímel e dá vontade de espirrar”

Deu tempo até de ligar para a Beyoncé pra chamar ela para a continuação de “Telephone”….

“Miga, não dá pra eu ir não, tô esperando as crianças que eu encomendei chegarem por correio, deixa pra próxima. Bju”

Como Bey não quis, Gaga fez pirraça, mas o bailarino foi lá e deu uma dura nela: você vai cantar sim! Vai divulgar Joanne sim! Nem que eu tenha que te jogar naquela porcaria de palco, para de ser doida!

Obrigada, Gaga voltou e fez a dança do gorila.

Mas logo foi mudar o look, afinal, estamos falando de Gaga, né? Achei meio Joelma!

Inclusive com o tecladinho, ficou melhor ainda!

Rainha dos teclados!

Mas aí chegou a era Joanne para dar tempo da gente fazer um xixizinho!

Não teve “Perfeita Ilusão”

Taca-lhe luz pra cegar essas viadas!

Gaga foi mostrar que é acessível e foi de encontro com os fãs!

“E pra ajudar a pagar a dama que lhe satisfaz
Toma aqui uns 50 reais”

PÁ, eis que Gaga já foi lá e mudou de roupa, pronta para a reta final da performance!

“RWA RWA RAMAMA-MAA – GAGA ULALAH”

Queima Jeová!

Com o pacto renovado com sucesso, Gaga cansou e mandou seus empregados a levarem!

Aí teve queima de fogos…

E aí acabou!

.

As opiniões nas redes sociais foram bem variadas, uns amaram, outros acharam ”pobre” comparado aos espetáculos de outras divas que passaram por lá. Eu, sinceramente, não achei o show ruim, achei que teve animo, a entrada foi ESPETACULAR, porém, se tratando de Gaga, talvez tenha faltado aquele toque especial que a fia dava antigamente.

E um pouco de sangue também!

Mas não foi ruim não, o básico ela fez muito bem, então… O que importa é que não teve sertanejo, amém! Bem gente, ficamos por aqui, espero que tenham gostado, deixem suas opiniões sobre o show e fiquem com nossa corresponde internacional…


ASSISTA TAMBÉM A ANÁLISE EM VÍDEO: