UÉ? “Ator” Ricardo Macchi (Ex-Cigado Igor) diz que sofreu preconceito por ser hétero



Sabe aquela polêmica das exposições ”contraditórias” dos museus do BR? Bem, o povo continua debatendo o assunto, tanto que vários artistas lançaram uma campanha a favor da arte, chamada “342artes”, projeto “contra a censura e difamação.

Porém, não foram todos os artistas que aprovaram essa ideia, outros resolveram soltar o verbo em suas redes sociais, como foi o caso do Fiuk do passado, o ator sembre lembrado pelo seu (único) personagem marcante, o Cigano Igor, também conhecido como Ricardo Macchi!

Que ícone!

O ator começa defendendo seu ponto de vista: “Eu tenho certeza que muitos artistas que tão ali, vocês têm filhos. Por que vocês não pegam os filhos de vocês e levam para aquelas obras, não filmam e fotografam ao invés de crucificarem quem pensa diferente?” – Bem, cada um com seu ponto de vista!

Só que então chega no seguinte ponto:

“Eu fui extremamente crucificado, preterido. Sofri preconceito contra gênero sim, por ser heterossexual, muitas vezes eu me deparava com homossexuais que a minha vida toda me descartaram, me defenestraram por eu ser heterossexual. Isso não é preconceito?” – ERROR NOT FOND.

ÉOQUE?

Migo, primeiro, o fato de você ser hétero não tem nada a ver com gênero. Gênero é uma coisa, orientação sexual e é outra, tá? Dá uma pesquisada no youtube que você encontra vários vídeos que ajudam você a entender um pouco dessa questão, viu? Fica uma dica aqui pra te ajudar!

Amém Lorelay!

Agora a outra parte – “Eu nunca fui defendido pela classe artística. Eu sempre fui defenestrado, sempre fui vítima de preconceito. E sempre fiz o meu, sempre lutei, sempre trabalhei e nunca fui dissimulado, fingindo ser moderninho e compactuando com coisas que não gosto”  Ai Migo…

Será que nunca passou pela sua cabeça que tu não era defendido porque era um péssimo ator?

Ah não, não é possível, uma ”Meryl Streep” dessas bicho, é preconceito sim!

.

Agora cuidado viu? Fiquei sabendo que tem umas gangues gaynazis terroristas que estão andando pelas ruas xingando, espancando e humilhando héteros só pelo fato deles serem héteros… Ou seria o contrário? Enfim, deixo imagens para você ficar esperto!


  • Paulo Thesis

    “Será que nunca te passou pela cabeça que você não era defendido por ser um péssimo ator?”

    Ué, se for assim, porque defendem Pablo Vittar? Não por ser um péssimo ator, mas por ser um péssimo cantor e pá…

    • Daniela Costa

      Né??? kkk se o cara é hetero e não tem talento, ele não tem talento, se o cara o homo e não tem talento você é que é preconceituoso, machista, direitista, conservadorista, taxista, economista…..

      • Lorena Buiatti

        Ué, não entendi o que ser taxista tem a ver.

    • David

      Questão de época. Ele é um péssimo ator mesmo, mas na época da novela Explore Coração era Igor pra cá, Igor pra lá, sem contar aquela música melosa Estoy Enamorado que tocava o tempo todo. Teve seus 15 minutos de fama, como talvez o Pablo Vittar possa ter. Agora, nunca vi ninguém xingando ele por ser hetero naquela época. Nem hoje…

  • Lourenço de Andrade

    Se as tais gangues resolverem começar a xingar, espancar e humilhar os que, além de héteros, são péssimos atores, ele está perdido e mal pago…

  • Richard Stocklowski

    Já fui descriminado num bar gay, por um senhor (+/-65 anos), que estava me acusando de ser heterossexual e, que, estava seduzindo um casal de lésbicas.
    Ainda se deu ao trabalho de levantar e alertar os outros homossexuais que estavam presentes, que tivessem cuidado comigo, pois eu poderia ser perigoso. Mas, um detalhe, os homossexuais era meus amigos, que até hoje se deleitam com esta história.
    Coisas da noite….

    • Gillian

      Passarinho que anda com morcego termina dormindo de cabeça pra baixo

  • Aline Silva

    Engraçado que não vejo o Tarcício Meira sofrendo preconceito por ser hetero… nem o Tonico Pereira, nem o Al Pacino… Enfim, coitadinho, né?